Dólar cai a R$ 1,562, menor valor em quase três anos

A cotação do dólar comercial fechou em baixa de 0,64% nesta quinta-feira (29), a R$ 1,562 na venda. Com isso, a moeda norte-americana tem o menor valor desde o dia 1º de agosto de 2008 (quando também valia R$ 1,68).

É a quarta queda seguida do dólar, acompanhando o otimismo global após a aprovação de medidas de austeridade na Grécia. A queda para um dos menores níveis desde a adoção do câmbio flutuante foi influenciada também pela rolagem de contratos futuros e derivativos em vencimento.

Em junho, o dólar teve baixa de 1,14%. No ano, a queda é de 6,24%.

O BC voltou a realizar dois leilões de compra de dólares no mercado à vista. As taxas aceitas hoje foram de R$ 1,561 e R$ 1,562. A medida busca elevar a cotação da moeda.

Bolsas internacionais

O principal índice das ações europeias fechou nesta quinta-feira na máxima em quase quatro semanas, após o Parlamento grego aprovar medidas de austeridade numa votação final e impulsionar a confiança do mercado de que as obrigações de dívida do país serão cumpridas.

Também agradaram a investidores dados positivos sobre a atividade manufatureira na região Meio-Oeste dos Estados Unidos em junho, que vieram melhores que o esperado.

As Bolsas de Valores asiáticas registraram valorização com o alívio trazido pelo voto a favor das medidas de austeridade na Grécia.

Com o encerramento do primeiro semestre do ano, os últimos esforços da Grécia para reduzir sua dívida alimentaram esperanças de que o país remova uma parte da incerteza que paira sobre os mercados.

Temores de que o crescimento das economias norte-americana e chinesa estejam rapidamente perdendo fôlego, assim como de que a Grécia possa estar se dirigindo para uma conturbada reestruturação de sua dívida provocaram um amplo recuo nos mercados acionários e de commmodities e avanço nos títulos de dívida, bens considerados mais seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *